Ministra da Saúde anuncia antecipação da campanha de vacinação contra Influenza 2024 no AM

Compartilhe

A ministra Nísia Trindade garantiu ao governador que a distribuição de vacinas para a próxima campanha no estado começa em outubro deste ano

DEAMAZÔNIA MANAUS, AM – O governador do Amazonas, Wilson Lima, esteve reunido nesta quarta-feira (17/05), em Brasília, com a ministra da Saúde, Nísia Trindade, e recebeu a garantia de que a Campanha Nacional de Vacinação contra a Influenza, prevista para abril de 2024, será antecipada no Amazonas. O envio das doses da vacina pelo Governo Federal ao estado já deve iniciar em outubro deste ano.

“Estamos falando sobre os avanços que a gente pode fazer, juntamente com o Ministério da Saúde, para melhorar o atendimento no estado do Amazonas. Aqui a gente falou de Teto MAC (financiamento da Atenção de Média e Alta Complexidade na saúde) e também falou sobre a antecipação da vacinação contra a Influenza”, comentou Wilson Lima em vídeo publicado em suas redes sociais, ao lado da ministra, a quem agradeceu pelo empenho em favor da assistência da saúde do estado.

Na conversa com o governador, a ministra da Saúde confirmou visita ao Amazonas e explicou que a decisão de antecipar a campanha de imunização contra a gripe considera a particularidade da região e seus fatores climáticos, que apresenta o período chuvoso entre o fim e o início de cada ano, ampliando casos da doença.

“Antecipar a vacinação na região amazônica era um objetivo nosso desde o início da gestão. Sei que é uma questão muito colocada e é também foco de atenção de toda a gestão, de todos os ministérios, com a liderança do presidente Lula, de olharmos as diferenças do Brasil, a sua diversidade. E a Amazônia requer de fato um tratamento específico porque as questões climáticas têm diferença em relação às outras regiões”, afirmou a ministra Nísia ao governador Wilson Lima.

Saúde no Amazonas
Acompanhado do secretário de Estado da Saúde, Anoar Samad, o governador Wilson Lima também tratou no encontro sobre os avanços em relação ao chamado Teto Mac, repasses da União para os Estados que se destinam às ações e serviços ambulatoriais e hospitalares.

Na ocasião, o governador também pediu apoio para instalação de Unidades de Terapia Intensiva (UTIs) no interior do estado, que hoje conta com três municípios contemplados: Parintins, Tabatinga e Tefé, que somam 31 leitos. Segundo Nísia, uma equipe técnica do ministério irá acompanhar a demanda para dar o suporte necessário.

Wilson Lima convidou Nísia a visitar unidades de saúde do Amazonas, como o Hospital Delphina Aziz que, na gestão atual, começou a operar com a sua capacidade plena, saindo de 136 leitos em 2019, dos quais apenas 10 de UTI, para 483 leitos e mais 11 salas cirúrgicas. A unidade também já iniciou a oferta de novas cirurgias, como o implante coclear e, em junho, deve iniciar a realização de transplante renal, pela primeira vez totalmente na rede pública.

Defesa
Como parte de sua agenda de visitas aos ministérios do Governo Federal em Brasília, o governador Wilson Lima também se reuniu com o ministro da Defesa, José Múcio, ocasião em que pediu apoio para a Operação Parintins, que este ano deve atrair mais 120 mil pessoas no período do Festival Folclórico, superando os mais de 111 mil visitantes recebidos na edição de 2022.

O Ministério da Defesa auxilia na inspeção de homologação e adequações do aeródromo para receber equipamentos necessários para pousos e decolagens e de no controle da navegação.


Compartilhe

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *