Governo do Amazonas propõe reajuste de 14% para professores em greve

Compartilhe

Proposta anterior era de 8%; assembleia da categoria irá analisar a nova proposta nesta terça (30), às 10h, no Clube Municipal

DEAMAZÔNIA MANAUS, AM – O Governo do Amazonas aumentou de 8% para 14% a proposta de reajuste salarial aos professores do Estado. A informação é da presidente do Sinteam (Sindicato dos Trabalhadores em Educação do Amazonas), Ana Cristina Rodrigues. 

Os educadores – que estão em greve desde o dia 17 de maio – reivindicam 25% de reajuste, que corresponde à correção da data-base de 2020, 2021, 2022 e 2023, vale alimentação e auxílio localidade.  

Em Nota,  o Sinteam explicou que os 14% de reajuste proposto pelo governo será feito escalonado: 8% de forma imediata e 6% em julho de 2024.   

Além da recomposição salarial, o governo também afirma que irá abonar as faltas dos servidores e estornar valores descontados no último contracheque. Também consta na nova proposta a progressão horizontal da categoria.  

A nova proposta do Governo será analisada em assembleia da categoria nesta terça-feira (30), às 10h, no Clube Municipal. 


Compartilhe

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *