Sem Marina, governo Lula cria Grupo de Trabalho para discutir soluções da BR-319

Após pressão da bancada federal e governo do Amazonas, Rodovia Manaus-Porto Velho entra no Novo PAC

Trecho do meio da BR 319 ( Manaus-Porto Velho) - divulgação

DEAMAZÔNIA MANAUS, AM – A BR-319 estrou no projeto de obras do Novo PAC ( Programa de Aceleração do Crescimento).

Hoje (17/11), o governo Lula criou o Grupo de trabalho que irá discutir soluções de infraestrutura e sustentabilidade da rodovia que liga Manaus (AM) a Porto Velho (RO) e com o restante do país.

 A BR-319 é também a principal conexão de Manaus com 11 municípios do sul do Amazonas:  Lábrea, Manicoré, Humaitá, Canutama, Tapauá, Borba, Autazes, Manaquiri, Beruri, Careiro da Várzea e Careiro.  

A criação do grupo de trabalho foi publicada no Diário Oficial da União. Leia a íntegra da portaria (PDF – 108 kB). A informação é do Poder 360.

O Grupo de Trabalho será composto por integrantes de secretarias executivas do Ministério dos Transportes, do Dnit (Departamento de Nacional de Infraestrutura de Transportes) e da Infra S.A, que vai reunir a cada 20 dias para desenvolver estudos de viabilidade pavimentação e sustentabilidade ambiental.

No primeiro momento, a expectativa era de que o GT fosse interministerial, com a participação, inclusive, do Meio Ambiente, de Marina Silva.

Aliás, a ministra foi criticada pela bancada do Amazonas, durante visita a Manaus, dentre eles o senador Omar Aziz (PSD), por travar o avanço do projeto.

Em outubro, o governador Wilson Lima, e a própria bancada de senadores e deputados federais do Estado reuniram com com o vice-presidente, Geraldo Alckmin, e sete ministros: Rui Costa (Casa Civil), Alexandre Padilha (Relações Institucionais), Renan Filho (Transportes), Silvio Costa Filho (Portos e Aeroportos), Wellington Dias (Desenvolvimento Social), Marina Silva (Meio Ambiente) e Waldez Góes (Integração Regional), para pressionar pela inclusão da BR 319 no Novo PAC.

As competências do GT será:  

– Realizar de um levantamento sobre a situação atual da BR-319, com foco na identificação de desafios para a otimização rodoviária;

– Analisar estudos técnicos e científicos, projetos e relatórios produzidos por outros grupos que já tenham tratado do tema;

– Acompanhar o licenciamento ambiental da BR-319;

– Propor medidas, inclusive normativas, para a melhoria da infraestrutura da BR-319, tendo em vista a sustentabilidade, a segurança viária e a mitigação de impactos ambientais e de mudanças do clima.

Compartilhe

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Conteúdo Protegido Jonas Santos (92) 99229-8831