Ministra da Saúde assina repasses de R$ 233 milhões para Amazonas enfrentar seca

Durante reunião, deputado Sidney Leite pediu à ministra Nísia Trindade, mais investimento no Samu Fluvial

Ministra Nísia Trindade assinou repasse de R$ 233 mi para Amazonas enfrentar seca (Foto: Divulgação)

DEAMAZÔNIA MANAUS, AM – A ministra da Saúde, Nísia Trindade, esteve, nesta segunda-feira (16/10),  em Manaus, capital do Amazonas, para uma reunião no auditório da Superintendência da Zona Franca de Manaus (Suframa). O encontro teve como foco a discussão da seca severa que atinge o estado e seus impactos na saúde da população.

Na ocasião, a ministra assinou duas portarias que autorizam o envio de recursos significativos ao Amazonas. O encontro teve a participação do governador Wilson Lima (UB), prefeito David Almeida (Avante), deputados federais, estaduais e vários prefeitos do interior.

O deputado federal Sidney Leite (PSD-AM) participou da reunião e destacou intervenções importantes para a melhoria do atendimento na região.

A primeira portaria assinada pela ministra estabelece o repasse de aproximadamente R$ 225 milhões do Bloco de Manutenção das Ações e Serviços Públicos de Saúde aos municípios do Amazonas. Essa injeção financeira será essencial para enfrentar as consequências da seca extrema na área da saúde e prover serviços de qualidade à população que necessita de assistência médica.

Além disso, uma segunda portaria determina a transferência de cerca de R$ 8 milhões, também provenientes do Bloco de Manutenção das Ações e Serviços Públicos de Saúde, destinados à atenção primária nos municípios de Tabatinga, Lábrea e São Gabriel da Cachoeira. Esses recursos vão garantir o atendimento médico nas áreas mais afetadas pela seca.

Durante o encontro na Suframa, a ministra Nísia Trindade destacou que os repasses foram embasados em decisões técnicas e expressou a importância do trabalho conjunto com estados e municípios na análise técnica da situação.

“As portarias são frutos de análises técnicas, mas análise técnica em saúde supõe o trabalho em conjunto com estados e municípios, não é decisão de gabinete.”, afirma.

O deputado federal Sidney Leite também teve uma participação significativa na reunião, enfatizando a importância do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) Fluvial, solicitando que essa iniciativa seja tratada com prioridade, especialmente no que se refere aos repasses de recursos. Isso é de extrema relevância, uma vez que a maior parte do interior do Amazonas depende dos rios como principal meio de transporte, tornando o SAMU Fluvial essencial para oferecer um serviço mais rápido e de qualidade à população.

A visita da ministra da Saúde e os repasses anunciados representam passos importantes no enfrentamento dos desafios causados pela seca no Amazonas e reforçam o compromisso em melhorar a saúde e o bem-estar da população da região.

Compartilhe

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Conteúdo Protegido Jonas Santos (92) 99229-8831